Moradores do interior de SP apostam em energia solar para economizar na conta


O número de consumidores brasileiros que produzem a própria energia aumentou mais de 17 vezes nos últimos anos no Brasil, segundo a Aneel. De acordo com a agência, em todo o país, eram 431 casas e empresas em 2014 contra mais de sete mil em dezembro de 2016.

A maioria desses consumidores usa a luz do sol como fonte geradora. No interior de São Paulo, com sol forte durante praticamente o ano inteiro, o cenário não é diferente. O empresário Marcelo Von Gal, que trabalha na área, afirma que o investimento vale a pena e se paga no decorrer dos anos. A instalação de um sistema de geração de energia solar fotovoltaica tem vida útil aproximada de 25 anos.

Moradores do noroeste paulista têm conseguido economizar na conta de luz ao investir em equipamentos que aproveitam energia solar. Com o sistema de captação de energia solar, o consumidor consegue reduzir a conta de luz no fim do mês. O comerciante João Ferreira Júnior investiu em painéis solares capazes de gerar 400 quilowatts/hora (kWh) por mês. O investimento foi feito logo após ele mudar para uma casa maior.

Após a instalação de metade dos painéis de energia solar, ele já percebeu o resultado. O comerciante afirma que o valor da conta de luz despencou para R$ 150 por mês. "Faz 14 meses que mudei e, se eu não tivesse instalado os painéis, pagaria mais de R$ 800 de consumo", diz.

O presidente de uma empresa que vende kits de energia solar em Rio Preto, Marcelo Von Gal, diz que a procura nos últimos dois anos aumentou mais de 20 vezes. "O preço comercializado reduziu muito e o pessoal tem notado que vale a pena, porque o retorno é garantido. Isso porque o imóvel consegue produzir a própria energia com os painéis e a conta de energia pode ser reduzida em até 90%" , afirma.

E não são apenas residências que apostam na fonte limpa para gerar energia. Um dos primeiros locais a instalar os painéis de energia solar em São José do Rio Preto (SP), por exemplo, foi um condomínio de escritórios, com mais de 200 salas.

O conselheiro do condomínio, Luís Origa de Oliveira, diz que foram investidos R$ 48 mil nos painéis de energia solar, que geram cerca de 12% de toda a energia consumida no local. Com a economia, o condomínio já estuda a instalação de mais 40 placas até o fim do ano. "Ao longo do último ano, acompanhamos a redução nas contas de quase 30%, o que fomentou a ideia de ampliação do sistema", afirma o conselheiro.

A empresária e inquilina do condomínio Jamili Esquelino torce para os dias ensolarados prevalecerem. "Trabalhamos com estúdio de fotografia, tem o uso do ar condicionado e foi notável a diferença na conta de energia. Além ser uma fonte melhor para o meio ambiente", diz.

13 jun 2017


Por G1 SP

Artigos Recentes mais artigos

Bahia terá investimento de R$ 80 mi em energia solar

Bahia terá investimento de R$ 80 mi em energia solar

em Blog, Nacional

A previsão é que a fábrica entre em operação no 2º semestre de 2018 para fabricação de painéis de geração distribuída e concentrada. Quanto à matéria prima, parte será importada e parte pode ser adquirida de empresas também domiciliadas no estado

Mercado fotovoltaico brasileiro pode movimentar R$ 313 bi nos próximos 10 anos

Mercado fotovoltaico brasileiro pode movimentar R$ 313 bi nos próximos 10 anos

em Blog, Nacional, Mercado

Relatório inédito lançado no país aponta que a fonte solar pode representar 32% da matriz elétrica nacional em 2040, com 75% da capacidade instalada proveniente de geração distribuída e o restante de geração centralizada.

Governo da Paraíba incentiva uso de energia solar na agricultura familiar

Governo da Paraíba incentiva uso de energia solar na agricultura familiar

em Blog, Nacional

O Governo do Estado da Paraíba promove uma série de eventos para incentivar e atrair agricultores familiares a aderirem ao Programa de Energia Solar para o uso de irrigação e outras tecnologias no campo.

Nova "tinta solar" permite transformar sua casa inteira em uma fonte de energia limpa

Nova "tinta solar" permite transformar sua casa inteira em uma fonte de energia limpa

em Blog, Inovações na energia solar, Internacional

Pesquisadores do Instituto de Tecnologia Royal Melbourne na Austrália desenvolveram uma tinta que pode gerar energia solar a partir do ar úmido e da luz solar. A equipe espera que a tecnologia esteja pronta para uso comercial em cinco anos.

Artigos mais lidos

Voltagem trifásica no Brasil - 220V e 380V

Voltagem trifásica no Brasil - 220V e 380V

Entenda porque existem duas tensões para o sistema trifásico no Brasil nesse artigo explicativo que inclui uma tabela da voltagem usado em cada estado do país.

novembro 17, 2016 Por Amy Maitland

Preços e data de pré-venda do SolPad são anunciados

Preços e data de pré-venda do SolPad são anunciados

Aclamado como “a tecnologia de energia mais legal para estrear este ano”, o SolPad combina energia solar, armazenamento de bateria e software inteligente em um único dispositivo

fevereiro 16, 2017 Por MacPrices

Banco Mundial lança mapa com potencial de energia solar

Banco Mundial lança mapa com potencial de energia solar

O Global Solar Atlas é um mapa online e gratuito do mundo capaz de identificar os locais com maior potencial para o aproveitamento de energia solar e pretende auxiliar investidores e tomadores de decisões de todo o mundo

fevereiro 2, 2017 Por Edifícios e Energia